Arrancou nesta Quarta-feira, 03 de Março de 2021, na Província de Malanje, a terceira sessão do primeiro ciclo de formação de quadros promovido pelo Fundo de Apoio Social (FAS), com vista a fortalecer a sua capacidade de implementação e gestão de programas de combate à pobreza, protecção social e desenvolvimento local.
A formação, que decorre até o dia 06 de Março de 2021, é dirigida aos quadros da instituição e visa aprimorar conhecimentos nos domínios das metodologias de intervenção nos Municípios. São alvos desta formação, 30 quadros, entre Directores e técnicos do FAS provenientes das Províncias de Malanje, Lunda-Norte, Lunda-Sul, Moxico, Uíge, Luanda, Cuanza-Norte e Zaire.
Na oportunidade, o Director Geral do FAS, Belarmino Jelembi, salientou a importância da formação dos quadros desta instituições tendo em conta os vários programas sob sua responsabilidade, nomeadamente o Projecto de Desenvolvimento Local, o Programa de Fortalecimento da Protecção Social – KWENDA, bem como o Fortalecimento da Resiliência e da Segurança Alimentar e Nutricional (FRESAN).
A sessão de abertura foi presidida pelo Vice-Governador da Província de Malanje para o Sector Político, Social e Económico, Domingos Manuel Eduardo, a quem coube a abertura da sessão, em representação do Governador Provincial, Norberto Fernandes dos Santos, e contou com a presença do Director Geral do FAS, Belarmino Jelembi, e demais responsáveis.
Na sua intervenção, Domingos Eduardo lembrou que o ciclo de formações vem dar resposta às preocupações relativas ao desenvolvimento sustentável das comunidades, face aos vários programas sob operacionalização do FAS. O responsável espera que as reflexões feitas durante a formação se reflictam de forma profunda no dia-a-dia da instituição, sobre o que tem sido feito e como ultrapassar as dificuldades. Aos formandos, o responsável apela a que usem métodos que facilitem a aprendizagem.
O FAS implementa diferentes programas em todo o País com destaque para o Programa de Desenvolvimento Local (PDL) e o Programa de Fortalecimento da Protecção Social – KWENDA, e prevê levar a cabo, ainda este ano, o Programa Nacional de Estágios Comunitários para jovens recém-formados, na perspectiva da empregabilidade, além do programa de infra-estruturas sociais e económicas, com destaque para reabilitação de escolas, postos de saúde, Centros de Acção Social Integrados (CASI), sistemas de captação e conservação de água, entre outros.
A primeira sessão deste primeiro ciclo de formação decorreu de 18 a 22 de Janeiro de 2021, na Província do Huambo, e foi dirigido a 30 técnicos das províncias do Huambo, Bié, Cunene, Cuando-Cubango, Namibe e Huíla. Sendo que a segunda sessão, dirigida aos técnicos das Províncias de Luanda, Bengo, Cabinda, Zaire, Benguela e Cuanza-Sul, decorreu de 08 a 12 de Fevereiro de 2021, na Província de Luanda.