Durante os três meses de formação, os novos quadros receberam formação de Carpintaria, Alvenaria, Mecânica Auto, Informática, Corte e Costura, Pastelaria, Electricidade, Serralharia entre outras especialidades.

O vice-governador do Moxico, para o sector Técnico e Infra-Estruturas, Manuel Lituai, disse no acto de encerramento da formação que, o Governo tem a responsabilidade de dotar os jovens de valências profissionais para os desafios do mercado de emprego. “Temos de conferir habilidades profissionais aos jovens para que possam conseguir emprego e serem auto-sustentáveis”, disse.

“O desenvolvimento de um país”, acrescentou, “ é garantido por jovens que apostam em formações profissionais, pois enquanto uns conseguem emprego e se transformam em pessoas autónomas, outros depois de formados tornam-se empreendedores e criam postos de trabalho”.
A chefe dos serviços provinciais do Instituto Nacional do Emprego e Formação Profissional, Ester Celestino, disse que a instituição que dirige formou este ano três mil e 357 jovens.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui