O Fundo de Apoio Social (FAS) está em alta aceleração com vista a operacionalizar o Programa de Fortalecimento do Sistema Nacional de Protecção Social (PFSNPS), iniciativa do Estado angolano que tem como objectivo participar com uma renda de 25.500 kz, trimestralmente, às famílias mais pobres ou em situação de vulnerabilidade.

Neste momento, 00h:30, os técnicos destacados em Ombadja, província do Cunene, entre os quais o Director Geral do FAS, Belarmino Jelembi, estão a imprimir as fichas de inscrição, associadas aos cartões multicaixas, em função da codificação. Cada cartão está carregado com 25.500 kz, correspondente a 8.500 kz mensalmente.

As famílias seleccionadas irão beneficiar deste valor durante um ano a partir da data do primeiro pagamento. O primeiro pagamento teve lugar no Nzeto, província do Zaire, onde foram seleccionadas 1.788 famílias e o próximo acontece neste sábado, 27 de Junho, em Ombadja.

Lembre-se que, além das Transferências Monetárias, o Programa inclui acções de Inclusão Produtiva, a municipalização da acção social com a criação de 19 Centros de Acção Social e Integrado (CASI) e o Cadastro Social Único (CSU).  

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui