O Fundo de Apoio Social (FAS) realiza, desde 18 de Janeiro de 2020, na Cidade do Huambo, o primeiro ciclo de formação de quadros, com vista a aprimorar conhecimentos nos domínios das metodologias de intervenção nos Municípios.

Aberta pela Governadora Provincial do Huambo, Lotti Nolika, que apelou ao engajamento dos técnicos do FAS diante desta iniciativa que visa, entre outros, capacitá-los, a formação vai até 22 de Janeiro e surge no âmbito da estratégia da Direcção Geral, de fortalecer a sua capacidade de implementação e gestão de Programas de Combate à Pobreza, Proteção Social e Desenvolvimento Local, acção enquadrada na estratégia de longo prazo com vista a fortalecer a instituição. A equipa de formadores é liderada pelo Director Geral da instituição, Belarmino Jelembi.

O FAS implementa, em todo o País, diferentes programas, com destaque para o Programa de Desenvolvimento Local (PDL), o Programa de Fortalecimento da Protecção Social – KWENDA, e prevê levar a cabo ainda este ano, o Programa Nacional de Estágios Comunitários para jovens recém-formados, na perspectiva da empregabilidade, além do programa de infra-estruturas sociais e económicas, com destaque para reabilitação de escolas, postos de saúde, Centros de Acção Social Integrado (CASI), sistemas de captação e conservação de água, entre outros.

Este primeiro ciclo de formação é dirigido aos quadros das Províncias do Huambo, Cunene, Cuando-Cubango, Namibe e Huíla, num total de 30 participantes, entre Chefes de Departamentos Provinciais e Técnicos.