O Fundo de Apoio Social (FAS) procedeu, nesta Quinta-feira, 15 de Outubro de 2020, a entrega do “Matadouro da Kiteta” adjudicado ao senhor Manuel Kiteculo, no Município do Porto Amboím, Província do Cuanza Sul.

O matadouro da KITETA, agora ampliado, possui uma câmara frigorífica com capacidade para armazenar 10 cabeças de gado, um curral com capacidade para 50 cabeças de gado bovino e 100 de gado caprino. Os serviços de matadouro, talho e prestação de serviços têm capacidade para 14 cabeças por semana.

O financiamento do matadouro enquadra-se no modelo de financiamento comparticipado. Neste caso particular, a solicitação foi feita pela Administração Municipal de Porto Amboím e o investimento, pago na totalidade pelo FAS, foi de 15.192.709,70 Kz.

Com a entrega e consequente entrada em funcionamento do novo matadouro da Kiteta, serão criados 20 postos de emprego directos.

O acto da entrega será testemunhado pela Administradora Municipal do Porto Amboím, Maria Domingos Sumano, pela Directora de Departamento Provincial do FAS no Cuanza Sul, Carolina Maricel Aguiar, membros da Administração Municipal, Autoridades Tradicionais, empresários locais e membros da Sociedade Civil local.

A modalidade de financiamento comparticipado é outra dimensão do FAS que tem como principal finalidade contribuir para o desenvolvimento da economia local e fortalecimento das cadeias produtivas. Consiste na garantia de um investimento do beneficiário, igual ou superior a 20% do valor total do projecto como pré-condição, podendo ser realizado quer em meios, activos fixos ou correntes, de acordo com o cronograma de investimento anexo ao plano de negócios do projecto.

Sobre o FAS

O FAS é uma agência governamental, dotada de personalidade jurídica e autonomia financeira e administrativa, para, em coordenação com outros programas de combate à pobreza, contribuir para a promoção do desenvolvimento sustentável e redução da pobreza. O FAS focaliza a sua actuação na demanda da comunidade, dirigindo as suas actividades ao investimento social nas áreas de educação, água e saneamento, saúde, infra-estruturas económicas e ambientais. A sua intervenção regista-se nas dezoito províncias de Angola, através de escritórios províncias. A implementação do FAS conta com o suporte financeiro de diferentes fontes, entre os quais, dotações do Governo de Angola, créditos do Banco Mundial, doações da União Europeia e de outras instituições. O FAS também é a entidade responsável pela implementação do Programa KWENDA.