O Fundo de Apoio Social (FAS) começou a atribuir os cartões multicaixas às famílias inscritas no Programa de Fortalecimento do Sistema Nacional de Protecção Social (PFSNPS), o KWENDA, na componente das Transferências Sociais Monetárias, em Cacula, cuja cerimónia oficial teve lugar hoje, 29 de Junho de 2020, na administração deste município da província da Huíla.  

Na oportunidade, os primeiros beneficiários confirmaram a existência de dinheiro nas suas contas através do teste feito no ATM que se encontra dentro da administração municipal da Cacula. Cada multicaixa foi carregado com 25.500 Kz, valor referente a três meses (Junho, Julho e Agosto), equivalente a 8.500 kz por mês.

Esta é uma acção do Estado que visa participar com renda às famílias mais pobres, ou em situação de maior vulnerabilidade, obedecendo aos critérios de pobreza resultantes dos estudos do Instituto Nacional de Estatísticas (INE).

Foram cadastrados em Cacula 2.849 agregados familiares, dos quais 1.172 estão aptos para beneficiarem do Programa, tratando-se dos mais pobres, ou em situação de vulnerabilidade, critério definido em obediência aos estudos do Instituto Nacional de Estatística (INE) sobre a pobreza em Angola.

Cada família beneficiará de um cartão multicaixa, carregado com 25.500 Kz, referentes a três meses, a contar da data da sua inscrição no Programa. O valor é correspondente a 8.500 Kz mensalmente. Ainda hoje, foi inaugurado o Centro de Acção Social Integrado (CASI), implantado no âmbito do KWENDA e que irá receber, entre outros, viabilizar a atribuição de Bilhetes de Identidade dos certa de 70% dos cadastrados.

O KWENDA é uma iniciativa do Estado angolano e visa beneficiar 1.600.000 (um milhão e seiscentas mil) famílias até 2022. Está avaliado em 420 milhões USD, dos quais 320 milhões USD são provenientes do Banco Mundial, via crédito, e 100 milhões do Tesouro Nacional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui