Realizou – se, na Segunda-feira, 15 de Março de 2021, no Município da Bibala, Província do Namibe, uma sessão extraordinária do Conselho de Auscultação da Comunidade (CAC), para apresentação, pelo Fundo de Apoio Social (FAS), dos objectivos gerais do Programa de Fortalecimento da Protecção Social – KWENDA.

O encontro presidido pela Administradora Municipal da Bibala, Amélia Camunheira, contou com as presenças da Chefe de Departamento Provincial do FAS no Namibe, Nayole Madalena Gomes de Araújo Palhares, e de membros das Comissões de Moradores, representantes de Partidos Políticos, Autoridades Tradicionais, Organizações Religiosas, sociedade civil e cidadãos em geral.

O Município da Bibala é o segundo da Província do Namibe a beneficiar do Programa, depois do Município do Virei que, após o processo de cadastramento de 6.568 Agregados Familiares, entre os meses de Novembro e Dezembro de 2020, aguarda pela confirmação das listas para os primeiros pagamentos aos beneficiários.

O KWENDA tem quatro componentes, nomeadamente, as Transferências Sociais Monetárias, que visam atribuir a cada Agregado Familiar uma renda de 25.500 Kz por trimestre, a Inclusão Produtiva, que é o financiamento de iniciativas económicas viáveis das famílias mais pobres e em situação de vulnerabilidade, a Municipalização da Acção Social, que prevê a criação de Centros de Acção Social Integrado (CASI) e o Reforço do Cadastro Social Único, plataforma que irá reunir os cidadãos em situação de pobreza ou vulnerabilidade, em função da qual o Estado irá traçar as políticas públicas.

O KWENDA é um programa do executivo angolano que visa criar políticas de apoio às famílias mais vulneráveis e em situação de pobreza no país. Avaliado em 420 milhões USD, é financiado em 320 milhões USD pelo Banco Mundial, sendo os outros 100 milhões USD, provenientes do Tesouro Nacional e é operacionalizado pelo Fundo de Apoio Social, uma agência governamental, dotada de personalidade jurídica e autonomia financeira e administrativa, que, em coordenação com outros programas de combate à pobreza, contribui na promoção do Desenvolvimento sustentável e redução da pobreza.