No âmbito do Programa de Fortalecimento da Protecção Social – KWENDA, que visa apoio as famílias mais pobres e em situação de vulnerabilidade no País, iniciativa do Estado angolano, o Fundo de Apoio Social (FAS) efectua, na Quinta-feira, dia 25 de Março de 2021, o segundo pagamento das Transferências Sociais Monetárias por telefone.
O acto acontece no Município dos Dembos, Província do Bengo, no quadro da expansão do Programa. De salientar que o pagamento das Transferências Sociais Monetárias por telefone foi realizado pela primeira vez no Município de Quiculungo, Província do Cuanza Norte, em Outubro de 2020, resultado da cooperação entre o FAS, entidade que implementa o Programa, e a operadora de telefonia móvel UNITEL.
O pagamento é feito por intermédio de um código enviado por mensagem para o telefone do beneficiário, atribuído pelo Programa com o respectivo cartão SIM, a alertar para a disponibilidade do valor na sua conta e com o qual se dirige a qualquer agente autorizado para seu levantamento. Cada Agregado Familiar beneficia de UTT equivalente a 25.500 Kz, trimestralmente, correspondendo a 8.500 Kz/mês.
Depois da Fase Piloto que teve lugar em cinco Municípios, nomeadamente Nzeto (Província do Zaire), Cambundi Catembo (Malanje), Cacula (Huíla), Ombadja (Cunene) e Cuito Cuanavale (Cuando Cubango) onde os pagamentos foram feitos por via bancária e por um correspondente bancário, através de atribuição de cartões multicaixa a cada Agregado Familiar, carregado com 25.500, o Município de Quiculungo inaugurou a Fase da Expansão, estando neste momento em 25 Municípios do País.
Além das Transferências Sociais Monetárias, o KWENDA tem ainda as componentes da Inclusão Produtiva, Municipalização da Acção Social através da criação dos Centros de Acção Social Integrados (CASI) e o Fortalecimento do Cadastro Social Único. O KWENDA está avaliado em 420 milhões USD, sendo 320 milhões USD financiados pelo Banco Mundial e os 100 milhões USD, provenientes do Tesouro Nacional.

Mais de 370.000 Agregados Familiares cadastrados

Até ao momento, segundo os dados mais recentes, foram cadastrados, em todo o País, 375.854 Agregados Familiares, dos quais, 2.460 são do Município dos Dembos. O KWENDA é operacionalizado pelo FAS, agência governamental, dotada de personalidade jurídica, autonomia financeira e administrativa, que, em coordenação com outros programas de combate à pobreza, contribui na promoção do desenvolvimento sustentável e redução da pobreza.


INCLUSÃO DIGITAL
Os telefones estão revestidos de aplicativos modernos de acesso às redes sociais, câmara e rádio, atribuídos pelo Programa aos beneficiários, permitindo, desta forma, a sua inclusão digital.

PARTICIPANTES
A actividade contará com as presenças do Director Geral do FAS, Belarmino Jelembi, o Administrador Municipal dos Dembos, Fonseca Miguel Canga, os Chefes de Departamentos do FAS nas províncias do Bengo, Malanje, Uúge e Zaire, Alexandre Domingos, Gomes Golambole, Fillas Brâncel e Maurício da Costa, respectivamente, membros do Governo Provincial do Bengo, Representantes de Partidos Políticos, Autoridades Tradicionais, Religiosas e sociedade civil.